A Tom Maior definiu as duas obras finalistas do concurso de samba-enredo para o Carnaval 2020. A decisão foi tomada pela diretoria da agremiação após ouvir diversos segmentos da escola. Entre os finalistas, está a obra produzida por Gui Cruz, Rafael Falanga, Vitor Gabriel, Portuga, Imperial, Elias Aracatio, Luciano Rosa, Reinaldo Marques, Marçal e Willian Tadeu. O intérprete da obra nessa etapa da seleção é Igor Sorriso.




"Dois finalistas monstruosamente bons. Já foi bem difícil chegar a esta "final" diante da qualidade imensa das obras inscritas em nosso concurso desse ano. Agora, então, vai ser um baita desafio para escolhermos qual samba embalará nossa comunidade na avenida em 2020", garantiu o diretor de Carnaval, Judson Sales.

O samba finalista foi apresentado e apreciado num processo seletivo que começou em 29 de julho com a entrega de 21 sambas, analisados pela comissão de carnaval da Tom Maior.

“Coisa de Preto é a bruxaria contida num conto de Machado de Assis. Um samba escrito pela caneta de Mauro Diniz. Coisa de preto é a poesia de Cartola. Os dedos a bailar sobre o violão de Paulinho da Viola. Ah, só podia ser preto — Romário, Imperador, Ronaldinho. Responder ao racismo com Lamentos em forma de chorinho. Pixinguinha, preto rei, rei dessa coisa escura. Renato Gama autodidata senhor da soltura. Coisa de preto é manter-se grande diante de quem mata. É se precisar ameaçar com canhão pelo fim da chibata. Coisa de preto é viver com alegria”, escreveu o grupo do samba nas redes sociais.

LETRA DO SAMBA

SENHOR, NÃO VIM PRA SER ESCRAVO, NEM SERVIL
SOU FILHO DESSA PÁTRIA MÃE GENTIL
QUE TRAZ A ESPERANÇA NO OLHAR
OH MEU BRASIL… QUE TANTO SUSTENTEI EM MEUS BRAÇOS
ESPELHA TUA GRANDEZA NUM ABRAÇO
REVELA O MEU DOM DE ENCANTAR
NÃO É ESMOLA TEU RECONHECIMENTO
O MEU TALENTO É MAIS QUE SAMBA E CARNAVAL
NA LUZ DA RIBALTA,
RETINTA BELEZA SE FEZ IMORTAL

A NEGRA INSPIRAÇÃO… É POESIA
A ARTE DE CRIAR… É QUEM ME GUIA
FLORESCE DE UM BAOBÁ
UM PENSAMENTO DE AMOR
HERANÇA QUE A MORDAÇA NÃO CALOU

SE A VIDA DEIXOU CICATRIZES
IDEAIS SÃO RAÍZES DO MEU JEITO DE VIVER
FAÇO DA MINHA NEGRITUDE
UM LEGADO DE ATITUDE, INSPIRAÇÃO PRA VENCER
LUTAR… É PRECISO LUTAR POR IGUALDADE
LIBERDADE… FAZER DA RESISTÊNCIA UMA NOVA VERDADE
SOPRANDO A POEIRA DA HISTÓRIA
A NOBREZA EM MEUS OLHOS BRILHOU
É O DIA DA NOSSA VITÓRIA
CONQUISTADA SEM FAVOR

UM GUERREIRO DA COR
HERDEIRO DE PALMARES
SOU TOM MAIOR, A VOZ DA LIBERDADE
A MINHA FORÇA PRA CALAR O PRECONCEITO
É COISA DE PELE, É COISA DE PRETO

Leia também



O anúncio da obra que irá embalar o Carnaval 2020 da Tom Maior será feito em 19 de agosto e apresentado durante a festa de lançamento que acontece no dia 7 de setembro na quadra do Piqueri.




Tom Maior no Carnaval 2020
É coisa de preto

"É Coisa de Preto" é um enredo afirmativo, que mostra que a contribuição de negros e negras para a formação de nossa nação vai muito além do estereótipo. Nosso desfile mostrará como os africanos se tornaram afro-brasileiros e trouxeram sua contribuição não só física, mas (principalmente) intelectual no desenvolvimento de nossa sociedade. Líderes, estudiosos, escritores, poetas, artistas populares e eruditos, transgressores sociais... Personagens que o preconceito insiste em ofuscar de nossa história, mas que devem ser trazidos aos holofotes para o devido reconhecimento, e também para inspirar as novas gerações.




A partir da subversão de uma expressão racista, mostramos que "Coisa de preto", "serviço de preto", "arte de preto" na verdade são alguns dos pilares essenciais de nossa sociedade, escancarando que ignorante é quem desconhece a verdadeira importância de negros e negras em nossa história.

Comente

Postagem Anterior Próxima Postagem