O departamento de Passistas da Tom Maior terminou nesse domingo, 18 de agosto, a temporada de aulas e workshops de passistas com uma audição para captar participantes para o elenco que formará o grupo do desfile e eventos da agremiação para a temporada de Carnaval 2020 que já começa nesse ano.

"A audição ocorreu das 15h30 as 17h30, com 28 participantes. Selecionamos 10 malandros e 11 passistas para compor as vagas da ala de passistas InovaTOM. Na avaliação pontuamos samba no pé, elegância e simpatia e desenvoltura artística", contou a coordenadora Val Diniz.

Passista da Tom Maior em dia de audição. Foto: Val Diniz
Os passitas dão alegria, show de beleza, simpatia e samba no pé. Em resumo, são a vitrine de uma escola de samba. Estamos falando dos passistas que são símbolos da alegria que envolve o Carnaval e materializam o significado do samba. 

Val Diniz em um dos eventos de carnaval. Foto: Divulgação
"O time de passistas InovaTOM fechou com 56 integrantes e os trabalhos continuam sem folga pois domingo já faremos ensaio fechado para o lançamento do samba enredo que acontecerá dia 07 de setembro. Na nossa programação de ensaios e treinos, já temos 2 workshops agendados e os treinos continuam sempre aos domingos antes dos ensaios abertos de quadra", falou Val.

Parte do grupo de passistas na audição desse domingo. Fotos: Val Diniz


Passistas da Tom Maior em eventos

"Temos um time que já realiza apresentações, são passistas mais experientes e que já estão conosco pelo menos 2 anos e a safra nova que já vem demonstrando muito samba no pé e motivação para se tornarem artistas de carnaval!", exclamou a coordenadora indicando o elenco capacitado para eventos.

Desde abril de 2019 até o fim de julho, foram mais de 10 semanas de treinamentos para pessoas que não tinham familiaridade com o samba e também para aquelas que já são praticantes. "Acredito que o nosso curso é bem visto pois respeitamos as limitações e objetivos de cada aluno, não temos a fórmula mágica, nem impomos nada. A consciência corporal, de movimentos e cadência é fundamental para se entenderem dentro da dança do samba e aí lapidamos até chegar ao samba no pé rasgado", assegurou Val.


O samba aprendido nas aulas foi algo importante para os participantes. "Nesta temporada vi meninas e mulheres que procuraram um curso para aprender a sambar e saíram sambando, com a auto estima resgatada e valorizada, com novas amizades e muita história pra contar! Eu estou muito satisfeita e realizada pois a troca de energia e de experiências foi demais!", comemorou a diretora.

Departamento de passistas
No dia 30 de março, a TomMaior anunciou a turma formada para formar e gerenciar o departamento de Passistas na temporada de Carnaval 2020.




A diretoria fica com Val Diniz. A Coordenadora e Coreógrafa é Pamella Sabino. A Coordenadora adjunta e passista é Leticia Januário e o Coordenador da ala masculina e passista é Wendel Viegas.

É coisa de preto

"É Coisa de Preto" é um enredo afirmativo, que mostra que a contribuição de negros e negras para a formação de nossa nação vai muito além do estereótipo. Nosso desfile mostrará como os africanos se tornaram afro-brasileiros e trouxeram sua contribuição não só física, mas (principalmente) intelectual no desenvolvimento de nossa sociedade. Líderes, estudiosos, escritores, poetas, artistas populares e eruditos, transgressores sociais... Personagens que o preconceito insiste em ofuscar de nossa história, mas que devem ser trazidos aos holofotes para o devido reconhecimento, e também para inspirar as novas gerações.





A partir da subversão de uma expressão racista, mostramos que "Coisa de preto", "serviço de preto", "arte de preto" na verdade são alguns dos pilares essenciais de nossa sociedade, escancarando que ignorante é quem desconhece a verdadeira importância de negros e negras em nossa história.

Comente

Postagem Anterior Próxima Postagem