A noite de 19 de novembro foi a véspera do Dia da Consciência Negra no Brasil e também a noite da apresentação das fantasias do Carnaval 2020 da Tom Maior na temporada em que a agremiação apresenta o enredo "É coisa de preto". Cerca de 300 pessoas participaram da festa que aconteceu no Piqueri.


Modelos das fantasias para o Carnaval 2020. Arte sobre fotos de Pedro Pinheiro

Fantasias para o Carnaval 2020

Confira abaixo as imagens das fantasias da Tom Maior para o Carnaval 2020, produzidas pelo fotógrafo Pedro Pinheiro. Clique nas imagens para conferir em maior tamanho.

Acesse também


A proposta é enaltecer a negritude e os esforços de uma raça que participou intensamente da construção da identidade de nosso país, muito além de estereótipos. “Nosso desfile mostrará como os africanos se tornaram afro-brasileiros e contribuíram muito no desenvolvimento de nossa sociedade”, conta o carnavalesco André Marins. “São líderes, estudiosos, escritores, poetas, artistas populares e eruditos, transgressores sociais... Personagens que o preconceito insiste em ofuscar de nossa história”, completa.

Na avenida, estarão vitórias e conquistas dessa raça, assim como personalidades negras de destaque em nossa história. “Desde o enredo sobre Angola (2009), a comunidade pedia que a escola falasse sobre negros. E, felizmente, a gente conseguiu atender esse desejo”, destaca a presidente Luciana Silva.

O título “É coisa de preto” nasceu como uma provocação. “As pessoas se acostumaram a ouvir essa frase com um sentido pejorativo. Mas a Tom Maior vai mostrar que não, que coisa de preto é coisa boa”, completa a dirigente.





É coisa de preto

Em 2020 a Tom Maior apresentará o enredo: “É coisa de Preto”, quando será a segunda escola a desfilar na sexta-feira, dia 21 de fevereiro, no Sambódromo do Anhembi, pelo Grupo Especial paulistano.

"É Coisa de Preto" é um enredo afirmativo, que mostra que a contribuição de negros e negras para a formação de nossa nação vai muito além do estereótipo. Nosso desfile mostrará como os africanos se tornaram afro-brasileiros e trouxeram sua contribuição não só física, mas (principalmente) intelectual no desenvolvimento de nossa sociedade. Líderes, estudiosos, escritores, poetas, artistas populares e eruditos, transgressores sociais... Personagens que o preconceito insiste em ofuscar de nossa história, mas que devem ser trazidos aos holofotes para o devido reconhecimento, e também para inspirar as novas gerações.





A partir da subversão de uma expressão racista, mostramos que "Coisa de preto", "serviço de preto", "arte de preto" na verdade são alguns dos pilares essenciais de nossa sociedade, escancarando que ignorante é quem desconhece a verdadeira importância de negros e negras em nossa história.

Quer também quer ter a oportunidade de ser da Tom Maior?

O carnaval na Tom Maior começa bem antes de fevereiro, muito antes de janeiro. O carnaval do ano posterior é algo que começa o fim do desfile e devido a esse esmero na produção e realização, é importante que todos sejam participativos, engajados e afinados!

É importante é participar do máximo de ensaios e eventos possíveis, principalmente os técnicos em Janeiro e Fevereiro.

Tom Maior no Carnaval 2019. Foto: Liga SP

Como o interessado de fora de SP pode participar do desfile da Tom Maior?

Deve entrar em contato com o Bruno Freitas, clicando aqui ou no (11) 96369.0998, para conferir as disponibilidades e condições para o desfile. É imprescindível decorar nosso samba e estar disposto a desfilar com muita energia. Para fantasias, além do Bruno, os harmonias da Tom Maior também são capazes de informações.

Ficha técnica Carnaval 2020

Presidente: Luciana Silva
Carnavalesco: André Marins
Diretor de Carnaval: Judson Sales
Diretor de Harmonia: Yves Alexeiv
Primeiro Casal de Mestre-Sala e Porta-Bandeira: Jairo Silva e Simone Gomes
Coreógrafo Comissão de Frente: Alex Darc
Intérprete: Bruno Ribas
Diretor de Bateria: Mestre Carlão
Rainha de Bateria: Pâmella Gomes
Madrinha de Bateria: Andréia Gomes

Comente

Postagem Anterior Próxima Postagem