Estilo inconfundível: lenço na cabeça, black maneiro, calças bocas de sino e cores, muitas cores… Wilson Simonal é sinônimo de ritmo, canto e sorriso. Poucos aliaram tão bem popularidade e qualidade tão bem como ele. A rigidez das forças militares nada tinham a ver com alguém que nasceu para não deixar ninguém parado. Viva o momento que trocou os quartéis pelos palcos e deixou de pegar em armas, para assumir os microfones dos festivais de músicas que agitavam o país na década de 60.



Nunca antes um preto brasileiro fazia brancos e negros juntos dançarem. Exímia presença de palco, orquestrava o canto de quem o assistia… Brilhava! Seu sucesso era tanto que os auditórios com centenas de pessoas já não bastavam, pois milhares queriam vê-lo. Foi assim que tivemos um negro sendo um dos primeiros grandes ídolos dessa máquina de falar para as grandes massas chamada televisão.

Fantasia da ala Wilson Simonal no Carnaval 2020


Wilson Simonal é o homenageado pela Tom Maior no Carnaval 2020 em uma das ala das com 90 integrantes, na noite de 21 de fevereiro.





Paulo Mello, coordenador da ala que homenageia Simonal, falou:

Wilson Simonal é um dos maiores nomes da nossa música, quando eu a Hitah (que é coordenadora da Ala comigo, com o Ermínio e com a Néia) fomos na escolha da fantasia, a do Simonal logo nos saltou aos olhos, então, não pensamos muito em escolher esta representação para a Ala Dá o Tom trazer para a avenida em 2020.



Personagem controverso na história da música brasileira, primeiro artista negro a se apresentar sozinho num programa de TV, dono de muitos sucessos e acusado de "dedo-duro" na ditadura (fato ainda discutível), representar o "swing" e a energia deste importante artista no carnaval é um orgulho e um desafio ao mesmo tempo, uma vez que incluímos algumas coreografias na Ala para representar o gingado tão presente nas apresentações do Simonal.

Um grande orgulho para nós.

É coisa de preto

Em 2020 a Tom Maior apresentará o enredo: “É coisa de Preto”, quando será a segunda escola a desfilar na sexta-feira, dia 21 de fevereiro, no Sambódromo do Anhembi, pelo Grupo Especial paulistano.

"É Coisa de Preto" é um enredo afirmativo, que mostra que a contribuição de negros e negras para a formação de nossa nação vai muito além do estereótipo. Nosso desfile mostrará como os africanos se tornaram afro-brasileiros e trouxeram sua contribuição não só física, mas (principalmente) intelectual no desenvolvimento de nossa sociedade.



Líderes, estudiosos, escritores, poetas, artistas populares e eruditos, transgressores sociais... Personagens que o preconceito insiste em ofuscar de nossa história, mas que devem ser trazidos aos holofotes para o devido reconhecimento, e também para inspirar as novas gerações.

Como participar do Carnaval 2020

O carnaval na Tom Maior começa bem antes de fevereiro, muito antes de janeiro. O carnaval do ano posterior é algo que começa o fim do desfile e devido a esse esmero na produção e realização, é importante que todos sejam participativos, engajados e afinados!
É importante é participar do máximo de ensaios e eventos possíveis, principalmente os técnicos em Janeiro e Fevereiro.


Como o interessado de fora de SP pode participar do desfile da Tom Maior? Deve entrar em contato com o Bruno Freitas, clicando aqui ou no (11) 96369.0998, para conferir as disponibilidades e condições para o desfile. É imprescindível decorar nosso samba e estar disposto a desfilar com muita energia. Para fantasias, além do Bruno, os harmonias da Tom Maior também são capazes de informações.

Comente

Postagem Anterior Próxima Postagem